20130318

Como será a Missa de Abertura do Pontificado de Francisco

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, concedeu uma coletiva de imprensa, nesta segunda-feira, 18, no Vaticano. Ele deu detalhes sobre a Missa de início do Ministério Petrino de Papa Francisco, que será celebrada amanhã, 19, às 9h30 (em Roma, 5h30 em Brasília, com transmissão ao vivo pela TV Canção Nova).
Nesta celebração, o Santo Padre recebe o anel de pescador  e inicia, oficialmente, o ofício de Bispo de Roma. “A cerimônia acontece entre a tumba de São Pedro e a Praça de São Pedro. Este último é significativo por se tratar do local onde o apóstolo Pedro foi martirizado”, destacou.
O rito que antecede a celebração
Pouco antes da celebração, o Santo Padre desce à tumba de São Pedro, localizada embaixo do altar central (também chamado de Altar da Confissão), da Basílica Vaticana, acompanhado por 10 patriarcas e arcebispos das Igrejas Orientais Católicas. Ainda no local, os diáconos que servirão durante a celebração tomam o evangeliário, além do pálio e do anel de pescador que serão impostos no Sumo Pontífice.
“Estes são sinais do seu ministério (…) O Pálio é de lã e simboliza o Bom Pastor, representando Jesus que leva suas ovelhas nos ombros. (…) O anel de pescador simboliza o apóstolo Pedro, quem, além de tudo, foi pescador de homens”, enfatizou.
Quem entrega os símbolos do ministério Petrino ao Santo Padre?
O cardeal protodiácono. Neste caso, o mesmo que proferiu o Habemus Papam, Cardeal Jean Louis Tauran, entrega o pálio ao Papa. Depois do pálio, é feita uma oração, que será conduzida pelo cardeal protopresbítero. Por fim, o decano do Colégio Cardinalício, Cardeal Angelo Sodano, impõe o anel de pescador ao Papa.
O anel de Papa Francisco
O anel de Papa Francisco é inspirado em uma obra de Enrico Manfrini e é de prata dourada. No anel escolhido por ele – entre três que lhe foram apresentados – a figura de São Pedro segurando as duas chaves que simbolizam as chaves do céu e da terra, as quais foram referidas por Jesus Cristo em diálogo com apóstolo Pedro.
Particularidades da celebração desta terça-feira, 19.
Logo após esse tradicional ritual, inicia-se a Celebração Eucarística. O Evangelho será proclamado somente em grego. No ofertório, um canto raro do famoso compositor católico Pier Luigi Palestrina será entoado durante a preparação das oferendas. O canto diz: “Tu és o pastor das ovelhas”, composto especialmente para o início do Ministério Petrino de um Sumo Pontífice.
Na celebração, estarão presentes representantes budistas, muçulmanos, judeus e ortodoxos. Ao todo, 132 delegações dos países se farão presentes na Missa. Não é o Vaticano que convida os governos, mas informa sobre a celebração e participa quem assim desejar.
Fonte: Sala de Imprensa Vaticano
           Canção Nova
Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário