20140127

Onde foi parar o respeito para com os que se decidiram por Cristo?

Esses dias, podemos acompanhar o caso do Pe. Fábio de Melo que gerou polêmica dentre a massa católica nas redes sociais, devido as suas declarações heréticas e tendenciosas. Isso abriu o precedente para um cisma. De um lado, os católicos que defendiam o Pe. Fábio simplesmente por serem seus fãs. De outro, os católicos que, acima de ídolos, padres de preferência, admirações e afins, se decidem pela Igreja e por assim defende-la e honrá-la. Como já dizia São Francisco de Sales: "Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa, desde que não se falte à verdade, sendo obra de caridade gritar: 'Eis o lobo!', quando está entre o rebanho ou em qualquer lugar onde seja encontrado".

Mas, o que mais chamou atenção dentre esse grupo que defendeu e que aplaudiu o que o Padre falou, foram certas atitudes de muitas mulheres católicas faltando com o respeito de uma forma cretina e descarada à vocação religiosa a qual o Padre se decidiu. Estendo essa observação não somente para as “fãs” do Padre Fábio, mas também a todos aqueles que não respeitam todos os que se decidiram por Cristo, como freiras, leigos vocacionados, seminaristas e os religiosos em geral.

Caros leitores, o respeito para com essas pessoas é algo essencial. Respeitá-los é uma forma de zelar pela vocação deles. Não há mal em elogiar uma pessoa, mas até para isso deve se haver um limite. Elogie, mas elogie de uma forma que não cause más interpretações. Não é comportamento de moça, rapaz, mulher e homem católico que se prese, chamar essas pessoas de “gatos”. Sim, dentre rios e rios de comentários, vi inúmeras mulheres que diziam: “Padre, com todo o respeito, mas o senhor é um gato.”. 


Vejam o risco que vocês estão causando a vocação religiosa dessa pessoa. Satanás tenta desvirtuar essas pessoas a cada momento e a cada situação, é por isso que eles fazem desertos, se mortificam, fazem jejum e oração, para afastar as ocasiões de pecado. Eles são humanos como nós e também enfrentam tentações...


O demônio, ardiloso como é, irá tentar a todo custo utilizar você como objeto de tentação e fará isso com o seu comentário. Isso pode levar esses religiosos a desencadearam aí a soberba, a vaidade. E se não se policiarem, acabarão se afundando cada vez mais nesses e em outros pecados. Ele só precisa de uma frestinha da porta aberta para tentar fazer com que essas pessoas caiam, pois quando elas caem, elas não levam simplesmente a alma delas, mas a alma de muitos.


Então caros irmãos leitores, policiem o que falam e o modo com o qual vocês admiram, elogiam e se direcionam a pessoas que tomaram essa decisão. Antes mesmo de tudo, eles se decidiram por fazer Cristo o seu mais belo esposo e ser fiel a Ele a Santa Igreja. Se já não é bonito fazer isso com quem se decide pela vocação matrimonial, quem dirá a religiosos. Sejam instrumento de Deus na vida dessas pessoas, elogiem a sua missão e o seu trabalho de evangelização e até mesmo as qualidades psicológicas e físicas delas com toda a cautela e atenção que vocês puderem. Se vocês a amam mesmo, pelo trabalho que elas fazem, pelas pessoas que elas são, respeitem-nas e zelem por elas.


Paz e Bem a todos.

Por: Marina Oliveira
        Correspondente Catolics Nerds Fortaleza CE
Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário