20140209

Distorções Amorosas

O que falar sobre amor? Se todos já sabem do que se trata, todos sabem o quanto ele é paciente, o quanto ele é fiel realmente, que ele não tem fronteiras de tempo e nem de espaço, simplicidade é a palavra-chave para entender o amor. O imenso problema é que infelizmente uma vala de distorções sobre esse sentimento se abriu através das décadas, o céu se fecha com uma nuvem de conceitos absurdos sobre esse sentimento tão sublime, o mundo tenta decifrar ele por meio da ciência, mas são apenas tentativas em vão, infelizmente vivemos em mundo que o amor cada vez perde mais seu espaço, o descrédito nele é cada vez maior, um imenso mar de pura negatividade quer destruir esse sentimento tão precioso. O pior ainda é saber que as pessoas desistem tão rápido de sentir esse tão sublime sentimento, promessas de amor sendo derramadas no esquecimento, atos de puro e simples amor jogados na lata do lixo, corações congelados e lagrimas ocultas no interior de muitos, e para os que ainda tem alguma esperança no mesmo, se prendem em uma cúpula de pedra onde nada transpassa, nem mesmo o amor, pois é, infelizmente ouve uma gigante perca de valores que nunca antes foram tão desprezados. Acreditar no amor, não é uma simples questão de múltiplas escolhas, é simplesmente decidir se você vai querer ser feliz de corpo e alma ou ser amargurado eternamente e preso em um ciclo de sofrimento que te levará a lugar nenhum. Quando se ama arriscar é necessário, talvez cruzar oceanos de distância, mover montanhas, quebrar barreiras do tempo, lutar, simplesmente lutar, até que cordeiros virem leões!

Por José Heraldo,
Colunista e Cronista do Católics Nerds
Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário