20140527

Memórias de um Ex-Apóstata VIII

Slide1Considerações: Antes de tudo - esta parte profética, na minha opinião, deve ser lida com mais contundência a quem quer emergir no conhecimento do Velho Testamento. Não há como negar que os doze profetas menores, como eram vistos, influenciou duramente a forma de analisar a história de forma mais irascível.

Percebendo na possibilidade de me desfazer da religião católica, tomei uma atitude que causou certo mal-estar entre meus pais e familiares: eu abdiquei, aos meus 15 anos, de fazer a crisma, sob ponderação de que não havia como, num período bem próximo do meu interesse de virar um apóstata, me aproximar de uma igreja que não me traz resoluções e só me trazia mais dúvidas iria sepultar meu interesse e respeito pela igreja. Diante um diálogo que tive com minha finada avó, disse que, eu só consegui conhecer mais da fé quando eu me desliguei da igreja. E que com 15 anos eu sabia mais da nossa religião do que qualquer outro parente, senão meu pai, que havia estudado teologia.

É complicado quando analisamos de rompante, e isso foi algo que minha avó viu - eu não era, não sou e nunca serei um fanático, tampouco poderia me demonstrar ignorante e intransigente. Entre perder a plenitude da fé e tentar seguir com meus próprios pés e mente (todo o esplendor da palavra de Deus) deveria fazê-lo em solo fértil estando sozinho. Eu levei cerca de seis meses para retornar aos estudos.

Voltei e fiz um grande arrazoado sobre todas as minhas ponderações. Li tomos de outras religiões e confidencio que, naquela época, estava mais afeito para outras formas de fé. Mas como era de praxe, tive de voltar porque me sentia impróprio até mesmo para ponderar sobre o catolicismo. E se hoje eu posso voltar e falar do que passou no meu tempo como adolescente é que sem essas "férias medicinais" para a minha própria mente, nos dias atuais ainda seria um apóstata.

Durante esses seis meses, como devo estar frisando essa informação, as leituras de outros códices de religiões distintas, também tem ponderações e controvérsias, tão maiores ou gravosas que eu tinha óbice ao Velho Testamento. Quero que vocês marquem a seguinte ponderação que termino este fragmento: Eu considerava de Deus o real antônimo que ele realmente é. Marquem essas palavras que no término da leitura do Novo Testamento, falarei sobre ponderações poderosas sobre a leitura da bíblia e a necessidade de se refazer a leitura.

Por: Leon Bravo

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário